Brasil tem uma morte e 8 mil casos suspeitos de coronavírus, diz Ministério da Saúde

É hora do botox ou da cirurgia plástica? | SEGS
março 17, 2020
4 cuidados que as gestantes precisam ter dentro de casa
março 18, 2020

Dentista em Santos



O Brasil registrou nesta segunda-feira (17) a primeira morte provocada pelo novo coronavírus (Covid-19), em São Paulo. Pelo menos outros cinco casos, sendo um no Rio de Janeiro e os demais no Estado mais populoso do País, são investigados para comprovar ou não a correlação com a doença. O Ministério da Saúde (MS) divulgou que o País tem 291 casos confirmados de contaminação. Antes eram 234. Ainda segundo a pasta, são 8.819 registros suspeitos de acordo com o novo modelo de notificação automatizado. Conforme informou, destes 5% devem ser descartados após análise técnica.

A vítima divulgada oficialmente nesta segunda-feira é um paulistano que não havia viajado para o exterior, ficou seis dias internado em um hospital de uma rede particular de São Paulo. O resultado do teste só foi recebido após o óbito, ocorrido na última segunda-feira (16). O paciente apresentou sintomas no dia 10 de março e foi internado em UTI no último sábado (14).

O secretário de Saúde do Estado de São Paulo, José Henrique Germann, e o infectologista David Uip, que coordena o comitê estadual para crise do coronavírus, afirmaram que o mesmo hospital que registrou o primeiro óbito pela Covid-19 também reportou outras quatro mortes que podem ter sido causadas pelo vírus, sem confirmação, até o fim da tarde desta segunda-feira, sobre o agente responsável. A Secretaria Estadual da Saúde, agora, afirma estudar formas de ampliar os centros de diagnóstico para mapear melhor o crescimento do surto de coronavírus no Brasil.

O quinto caso de morte que pode estar relacionado ao novo coronavírus no País é do Rio de Janeiro. A Prefeitura de Miguel Pereira, município do interior do Estado, divulgou nota nesta segunda-feira, em que anuncia a morte de uma mulher de 63 anos com sintomas do coronavírus. O teste da mulher quanto ao vírus, no entanto, só deve ficar pronto em 24 horas.

“A paciente trabalhava na capital e esteve em contato direto com sua empregadora, que chegou da Itália e testou positivo para o Covid-19”, informou a nota da prefeitura. Segundo a administração, a mulher foi internada no Hospital Municipal Luiz Gonzaga “já em quadro grave, vindo diretamente de seu ambiente de trabalho para a unidade de saúde”, e morreu nesta segunda-feira.

A secretaria estadual de Saúde afirmou que “não há confirmação sobre óbito por coronavírus no Estado do Rio” e que “embora a Prefeitura de Miguel Pereira tenha divulgado morte de mulher com sintomas compatíveis aos relatados para Covid-19, o material da paciente acaba de chegar ao Laboratório Central Noel Nutels (Lacen-RJ), única unidade estadual capaz de realizar o teste para confirmar ou descartar o vírus”. O resultado do exame deve ser divulgado em 48 horas, diz a pasta.

PICo

O número de registros em investigação -passou de 2.064 para 8.819. Ao todo, 16 Estados e o Distrito Federal já têm casos confirmados, que totalizam 291. A maior parcela está em São Paulo, com 164 registros. Em seguida, estão Rio de Janeiro (33), Distrito Federal (21), Pernambuco (16), Rio Grande do Sul (10), Santa Catarina (7), Minas Gerais (7), Goiás (6), Paraná (6), Ceará (5), Mato Grosso do Sul (4), Sergipe (4), Bahia (3), Amazonas (1), Rio Grande do Norte (1), Alagoas (1), e Espírito Santo (1). Apesar, de o Ministério contabilizar seis casos em Goiás, a Secretaria de Estado de Saúde contabiliza nove (leia mais na página 13).

O ministro da Saúde, Henrique Mandetta, afirmou nesta segunda-feira que o Brasil deve enfrentar o pico do novo coronavírus entre 60 e 90 dias. A estimativa é que os números de casos sejam elevados entre os meses de abril e junho e passem a atingir a estabilidade a partir de julho.

“Nós estamos imaginando que nós vamos trabalhar com números ascendentes, espirais em abril, maio, junho. Nós vamos passar aí 60 a 90 dias de muito estresse para que quando chegarmos ao fim de junho, julho, a gente imagina que entra no platô. Agosto, setembro a gente deve estar voltando desde que a gente construa a chamada imunidade de mais de 50% das pessoas”, disse Mandetta em entrevista coletiva.

O ministro afirmou ainda que as medidas restritivas poderão ser elevadas neste período, mas não deu detalhes de quais.

Ele informou ainda que o Ministério da Saúde está acompanhando a dispersão do vírus e o impacto no território nacional junto a outros ministérios. E lembrou ainda que o governo federal criou um gabinete de crise para tratar do caso.

Mandetta disse que o governo estima que de 80% a 85% dos casos de coronavírus vão requerer apenas cuidados básicos, e que nos outros 15% haverá necessidade de internação. “Nós imaginamos que nós possamos ter mais de 80%, 85% de pessoas que não vão necessitar de absolutamente nada a não ser orientação e talvez um antitérmico de uso pessoal, tipo dipirona, paracetamol. Isso deve ser a grande maioria dos pacientes.” (

Fonte: https://www.opopular.com.br/noticias/cidades/brasil-tem-uma-morte-e-8-mil-casos-suspeitos-de-coronav%25C3%25ADrus-diz-minist%25C3%25A9rio-da-sa%25C3%25BAde-1.2016804


Agende agora sua avaliação!

A Dentari Odonto Clínicas possui clinica odontologica em Santos e São Vicente e foi criada para elevar o seu conceito de qualidade e tecnologia em todas as áreas da odontologia, com destaque para implante dentário realizado em 28 dias, excelente para você que estava procurando por implante dentario em Santos ou São Vicente.

Assim como toda empresa que trilha vários caminhos para se tornar um bom negócio, temos uma boa história. Com fácil localização, conseguimos atender de maneira personalizada você que procura por dentista em Santos ou até mesmo por dentista em São Vicente. Nossa unidade de Santos, está localizada no Gonzaga e nossa clínica de São Vicente, no centro da cidade.

Antes de se tornar Dentari, a história se inicia a partir de um sonho. O sonho de mudar a vida das pessoas. O desejo de mudança, de realizações, nunca começa sozinho. Com o pensamento mútuo de conquistar o sucesso, energia, técnica, método, atendimento e tecnologia.

Nasceu então a Dentari, uma clínica odontológica de alta performance, com renomados dentistas, que alia a melhor tecnologia disponível no mercado mundial aos melhores profissionais multiespecialistas.

Com procedimentos clínicos dinâmicos, a Dentari otimiza o tempo do paciente, trazendo a solução desejada de maneira fácil e rápida. O paciente recebe o melhor atendimento com todo o conforto que a clínica oferece.

O principal resultado é a satisfação dos clientes ilustrada em sorriso.



Saiba mais:


Dentista em Santos | Dentista em São Vicente | Dentista Aparelho | Implante Dentário em Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *