Quais são os cuidados necessários para ir ao consultório odontológico em meio a pandemia?

Mundial Implante dentário Mercado 2020 Principais dados países
novembro 20, 2020
atendimentos odontológicos apenas para urgência e emergência nas UBSs de Criciúma
novembro 20, 2020

Dentista em Santos



Cuidar da saúde bucal é crucial para que o organismo funcione adequadamente e, apesar do Covid-19, os procedimentos e tratamentos precisam ter continuidade. Assim, é importante conhecer os cuidados necessários para ir ao consultório odontológico em meio a pandemia.

A recomendação padrão é ir ao dentista no mínimo duas vezes ao ano para manter a saúde bucal em dia e realizar as devidas manutenções e profilaxia.

No entanto, com a pandemia e o isolamento social, essas visitas diminuíram ao longo do tempo por conta dos protocolos de isolamento.

Apesar disso, a área ainda se mantém segura frente ao enfrentamento da disseminação do vírus e, para isso, precisou se adaptar aos novos manuais de segurança, incluindo até atendimentos mais restritos, principalmente em casos graves e de emergência. 

Por isso, neste artigo você vai ler e entender sobre os cuidados necessários para ir ao consultório odontológico em meio a pandemia.

1. Realize o agendamento de consultas

Mesmo antes da pandemia, agendar as consultas era extremamente importante, não só para realizar o atendimento de forma adequada, mas também para a organização da rotina e do próprio consultório, principalmente em relação aos tratamentos e materiais necessários.

Contudo, durante a pandemia o agendamento se tornou uma ferramenta crucial e de extrema importância para a realização de atendimentos, ou até mesmo para retirada de dúvidas. 

Isso porque é necessário higienizar o ambiente entre as consultas e diminuir o fluxo de pacientes na clínica.

Assim, anteriormente, se você precisasse realizar um orçamento era possível ir ao consultório para consultar as informações sobre quanto custa um clareamento, não havia a necessidade de agendamento. 

Mas hoje, para diminuir os riscos e chances de aglomerações, todos os procedimentos e orçamentos que são realizados no consultório devem ser agendados com antecedência. 

Apesar disso, é preciso considerar a praticidade para a rotina de todos. Com isso a internet se tornou uma grande aliada, ao possibilitar agendamentos e esclarecimentos por meio de chats, aplicativos e softwares.

2. Use máscaras

Para se prevenir da contaminação é necessário e obrigatório sempre utilizar máscaras quando for sair de casa. 

Assim, esse item se tornou crucial nas áreas de circulação dos consultórios, diminuindo o risco de contaminação oferecido por esse vírus que age sem que possa ser visto, não sendo diferente nas clínicas odontológicas. 

Cabe ressaltar que não é apenas os pacientes que devem fazer o uso, mas também os profissionais que atuam na clínica, desde recepcionistas até os dentistas. Afinal, a principal forma de contaminação é por meio de fluídos e gotículas que saem da boca e do nariz.

 

Além do uso da máscara, é preciso ter atenção quanto a sua troca.

De modo geral, elas devem ser trocadas de duas em duas horas para manter sua efetividade, sendo guardadas em uma sacola plástica separada de modo a evitar que o vírus possa contaminar os outros objetos guardados.

Vale ressaltar que os odontologistas e demais profissionais que atuam no atendimento devem fazer a troca sempre que finalizarem uma consulta, evitando a disseminação e contaminação.

Após chegar em casa, é importante que as máscaras sejam lavadas e expostas ao sol. Já nos casos das máscaras descartáveis, devem ser descartadas após o uso ou a cada troca. 

3. Verifique o uso de óculos de acrílico 

Por conta do grande número de contaminação e da forma como ocorre, diversas medidas de segurança foram tomadas ou intensificadas, principalmente para os profissionais da saúde que estão à frente prestando atendimento.

Uma das medidas aprimoradas é o uso de óculos de acrílico, tanto para profissionais da área odontológica quanto para médicos cirurgiões. 

Focando no ramo odontológico, esse objeto tem como objetivo evitar o contato de respingos e substâncias com os olhos e mucosas dos dentistas. 

Seja em uma limpeza de dente, raspagem ou até mesmo na manutenção de uma lente de contato dental, alguns respingos podem acabar entrando em contato com os olhos e é importante preservar a saúde do profissional.

Assim, para garantir a segurança e evitar problemas futuros de contaminação ou até mesmo irritabilidade nos olhos, os óculos de acrílico se tornaram indispensáveis. 

4. Mantenha contato com o dentista ao apresentar sintomas

De modo a preservar a saúde dos profissionais e pacientes, o contato entre clínicas e clientes precisou ser aprimorado.

Nesse contexto, uma das principais sinalizações é com relação ao surgimento de um dos sintomas relacionados ao vírus, independentemente se esse sintoma surgir antes da consulta para colocação de um aparelho invisível ou após uma profilaxia.

Isso porque nesse momento de pandemia se tornou extremamente importante considerar ainda mais os riscos para os demais pacientes. 

Assim, ao notar qualquer indício de contaminação, o indicado é informar a clínica para sinalizar uma provável contaminação e verificar os procedimentos/protocolos nesses casos.

Por exemplo, em casos em que o paciente sentiu os sintomas antes da realização da consulta para saber mais sobre quanto custa um implante dentário, o protocolo é realizar um novo agendamento para a segurança de todos na clínica. 

Vale reforçar, que essa preocupação também acontece em casos dos sintomas surgirem após o tratamento, pois é necessário informar as pessoas com quem teve contato para que todos realizem o isolamento.

Em ambos os casos, o atendimento deve ser suspenso e reagendado após 14 dias, bem como o isolamento precisa ser mantido por esse período. 

5. Tenha uma higienização mais rigorosa 

As mãos também são um foco de contaminação, justamente por isso manter a atenção na sua higienização e evitar o toque se tornou primordial.

Assim, é preciso andar com álcool em gel para realizar a limpeza das mãos em locais que não houver a possibilidade de lavagem. Nesse sentido, é válido questionar os profissionais em relação ao uso do banheiro para lavagem das mãos e troca de máscaras.

Do mesmo modo, qualquer estabelecimento comercial precisa disponibilizar o álcool em gel 70% em áreas de fácil acesso para funcionários e clientes. 

As mãos devem ser lavadas regularmente e após terem contato com as máscaras ou superfícies. 

Com relação aos profissionais, há a necessidade de troca de luvas e lavagem das mãos na troca de atendimento ou, de acordo com o procedimento realizado, durante a consulta.

As clínicas também começaram a ter uma higienização mais rigorosa dos seus ambientes, preservando a saúde dos funcionários e de todos os seus pacientes. 

Sendo assim, ao chegar em uma clínica odontológica lave as mãos ou faça uso do álcool em gel. 

Antes de sair do consultório coloque a nova máscara e lave as mãos ou faça uso do álcool em gel disponibilizado pela clínica ou leve um pequeno recipiente com o material para uso pessoal.

Considerações finais

Em meio a disseminação do Covid-19, muitas medidas foram aprimoradas para a realização de consultas nas clínicas odontológicas. 

Com isso, é possível garantir a integridade física e o bem-estar dos pacientes em relação aos tratamentos, enquanto as chances de contaminação são minimizadas.

Manter a saúde bucal em dia é extremamente importante para todo o corpo, evitando inflamações e outras infecções. 

Por isso, qualquer que seja a situação, não esqueça de entrar em contato com o  profissional para verificar a real necessidade para a realização dos procedimentos e quais protocolos a clínica está seguindo para se prepara para a consulta.

Em casos de pacientes no grupo de risco, informar essa especificidade também é importante para garantir adaptações no momento da consulta ou recepção do paciente, bem como a possibilidade de outros formatos de atendimento.

Dessa maneira, você diminui as chances de contaminação e de aglomerações em clínicas e em transportes públicos, mantendo a qualidade da saúde bucal.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Clínica Ideal, plataforma especializada em marketing e gestão para consultórios e clínicas odontológicas.

Fonte: https://www.costanorte.com.br/colunas/detudoumpouco/quais-s%25C3%25A3o-os-cuidados-necess%25C3%25A1rios-para-ir-ao-consult%25C3%25B3rio-odontol%25C3%25B3gico-em-meio-a-pandemia-1.251438


Agende agora sua avaliação!

A Dentari Odonto Clínicas possui clinica odontologica em Santos e São Vicente e foi criada para elevar o seu conceito de qualidade e tecnologia em todas as áreas da odontologia, com destaque para implante dentário realizado em 28 dias, excelente para você que estava procurando por implante dentario em Santos ou São Vicente.

Assim como toda empresa que trilha vários caminhos para se tornar um bom negócio, temos uma boa história. Com fácil localização, conseguimos atender de maneira personalizada você que procura por dentista em Santos ou até mesmo por dentista em São Vicente. Nossa unidade de Santos, está localizada no Gonzaga e nossa clínica de São Vicente, no centro da cidade.

Antes de se tornar Dentari, a história se inicia a partir de um sonho. O sonho de mudar a vida das pessoas. O desejo de mudança, de realizações, nunca começa sozinho. Com o pensamento mútuo de conquistar o sucesso, energia, técnica, método, atendimento e tecnologia.

Nasceu então a Dentari, uma clínica odontológica de alta performance, com renomados dentistas, que alia a melhor tecnologia disponível no mercado mundial aos melhores profissionais multiespecialistas.

Com procedimentos clínicos dinâmicos, a Dentari otimiza o tempo do paciente, trazendo a solução desejada de maneira fácil e rápida. O paciente recebe o melhor atendimento com todo o conforto que a clínica oferece.

O principal resultado é a satisfação dos clientes ilustrada em sorriso.



Saiba mais:


Dentista em Santos | Dentista em São Vicente | Dentista Aparelho | Implante Dentário em Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *